STO ANTÔNIO PINHAL: Cidade do Amor

Porque unir as paixões faz bem demais pra alma

 A parte mais importante de uma viagem é saber a história do lugar onde você vai curtir seus dias de descanso e novas experiências. Acredito que isso faz grande diferença para você aproveitar o lugar que você está, mas claro que passeios decididos na hora, também são cheios de aventura e emoção, cada caso um caso.

  Foi ai que decidimos passar um final de semana em uma cidade famosa pelo ar aconchegante de inverno, antes que estes dias de frio terminassem. Iniciamos as pesquisas e descobrimos um paraíso na Serra da Mantiqueira: Santo Antônio do Pinhal, São Paulo. A cada leitura, a vontade de conhecer a região aumentava: pontos turísticos, cachoeiras, pousadas na lista das melhores do Brasil, paisagens exuberantes, boa gastronomia, história, romantismo, enfim, foi uma excelente opção.

“Um lugar fascinante, uma fauna e flora deslumbrante… um convite especial para toda a forma de amor”.

 

 

De acordo com registros encontrados, o senhor Antônio Joaquim de
Oliveira construiu em sua propriedade uma capela em homenagem a Santo Antônio de Pádua e fundou entre os pinheirais uma graciosa vila que levou o nome do Santo e de sua principal matéria prima: o pinhão. Fundada no dia do seu protetor: 13 de junho de 1860 e instituída como Estância Climática de Santo Antônio do Pinhal, fazendo parte do Circuito das Montanhas

A escolha da pousada foi caprichosamente feita nos mínimos detalhes, afinal queríamos algo romântico e bem completo para não nos preocuparmos com nada e, graças à atenção do Sr. Nunes, optamos pela Pousada Villa Mantiqueira, (pousadavillamantiqueira.com.br).

Para chegar a Santo Antônio do Pinhal de ônibus partindo de São Paulo você tem duas opções: pegar um ônibus direto para a cidade de Brasópolis-MG e descer na entrada da cidade ou a opção que escolhemos: ir até Campos do Jordão (Pássaro Marrom: R$ 50,00 por trecho) e lá pegar outro ônibus até Santo Antônio do Pinhal (Pássaro Marrom: R$ 7,00 por trecho). Viajamos no sábado bem cedinho, uma viagem bem tranquila e econômica e, chegamos à cidade por volta da hora do almoço no sábado. O terminal rodoviário fica bem no centro e depois voltamos para casa no domingo à noite.

Eu queria muito comer pinhão, já que a cidade também é famosa por suas araucárias e esta semente, mas não conseguimos achar nada que se encaixasse no no$$o gosto. Então, almoçamos no Restaurante Colibri, self service mesmo e depois já pegamos um táxi para ir ao nosso principal objetivo: chegar à Pousada Villa Mantiqueira. Como todos sabem, fazemos muitas trilhas, mochilamos quando dá e, neste final de semana específico, a gente só queria
descansar e foi o que aconteceu.

Depois de 4km da cidade ao bairro, fomos recepcionados pelo senhor Nunes, um amor de pessoa, atencioso, super educado, que explicou as regras do local, nos mostrou os arredores, nos deu dica e mostrou-nos a nossa hospedagem. Um chalezinho lindo de morrer, com uma vista maravilhosa para a Serra da Mantiqueira, uma área externa que foi muito bem aproveitada para ver o por do sol, a lua e o quarto numa limpeza sem igual. E algo que marcou bastante: a nossa primeira lareira. Dormimos muito bem obrigada e para ficar tudo mais gostoso ainda, no dia seguinte, um café da manhã digno de rei: completo, com tudo que temos direito e indescritivelmente tudo muito apetitoso.

Ainda no período da manhã no domingo, visitamos a famosa A Bodega e experimentamos muitas cachaças e tiramos várias fotos. E depois dessa bebedeira, a fome bateu. E nos despedimos do Paraíso que é a Pousada, do Senhor Nunes e partimos para almoçar na cidade um alimento que amamos: Peixe, mais especificamente Truta. Santo Antônio do Pinhal também é conhecida por ter como base esta iguaria, que se desenvolve com facilidade nas águas límpidas e frescas dessa região montanhosa.

Almoçamos no Restaurante Vino e Sapore, bem no centrinho próximo do Terminal e quase de frente pra Igreja São Benedito. Optamos pela sugestão do chef e nos surpreendemos com um maravilhoso prato de Truta com Molho de Alcaparras servido com Risoto de Alho Poró. Demorou um pouco para servir, mas a espera foi bem recompensada, um dos melhores risotos que já comi e
com funcionários atenciosos: garçom perguntando se estávamos bem e o chef veio até nossa mesa pedir desculpas pela demora. Depois do almoço, um city tour pelo centro da cidade, fotos, compra de doces tradicionais e lembrancinhas.
Ficamos muito curiosos e com vontade de conhecer outra atração da cidade, que entrou para nossa lista de futuras viagens: a admirada Trilha do Tropeiro. Um trajeto de nível médio muito utilizado por peregrinos e
romeiros, fazendo parte do turismo religioso do estado rumo à cidade de Aparecida do Norte. Uma trilha muito bonita para quem aprecia estar em contato com a natureza, tem objetivos maiores e espirituais e/ou precisa fazer uma imersão pessoal. É uma boa opção para quem aprecia uma caminhada em meio à natureza, aproveitando para saber um pouco da cultura local. Além disso, os caminhantes passam em frente à Pousada Villa Mantiqueira, um chamamento para aproveitar e descansar com tudo o que você merece e tem direito neste aconchego.
Com paisagens e tradições próprias, Santo Antônio conta com as seguintes atrações turísticas (infelizmente algumas não deram tempo para visitar): Famosas Fontes de Água, Pico do Agudo, Igreja São Benedito, Igreja da Matriz, Praça do Artesão, Praça Boulevard Araucária, Estação Eugênio Lefreve, Mirante da Santa, Cachoeira do Lageado, Jardins Temáticos, Eco Parque, Mirante do Cruzeiro, Cachoeira do Cassununga.

Realmente, Santo Antônio do Pinhal é cheia de glamour e vale muito a visita, tantos para fins românticos, religiosos e de aventura. Apesar de bucólica e simples, você se encanta com tantas opções e para finalizar, destaco aqui alguns parceiros que são dignos de uma atenção especial: Atelier de Cerâmica Nancy Barros e Sylvia Garner, Pesqueiro e Restaurante Arco Íris, Restaurante Jardins dos Pinhais ecoparque, Villa Chique (artesanatos em pachwork by Nilma Vilela), Rota das Araucárias (tours com guias da região), Designer de MóveisAndré Marx e Atelier de Arte Eduardo Miguel Pardo.

 

 Fechando o final de semana com chave de ouro, no domingo antes de pegar o ônibus para voltar para São Paulo, jantamos um fondue de carne em Campos do Jordão. 😉
Mochilando, Vamos ki Vamos! 

Contato: MochilandoNasViagens@gmail.com

Legal? Acompanhe nas redes e ajude a compartilhar:
20

One thought on “STO ANTÔNIO PINHAL: Cidade do Amor

  1. Comentário Recebido por E-mail:
    "Linda matéria, perfeita. Captastes a essência dos Valores de SAPinhal !!!
    Destacastes " o Amor", a religiosidade da cidade, dando destaque a Capinha de Santo Antônio; as Bonecas,……..entre tantos outros valores.
    PERFEEEEITA!"
    Nilma & Nunes

Deixe uma resposta