PUNTA DEL LESTE – na Ponta de Los Dedos

Um balneário muito luxuoso mas que pode ser muito em conta 

Continuando a trajetória das férias 2016, iniciadas no Uruguai… café no hotel em San Carlos e logo cedo já partimos em direção a chamada “Pérola do Uruguai”, a estância de Punta Del Este. No hotel, obtivemos a informação de que em frente à hospedagem partia o ônibus de linha circular que iria direto para a cidade. Pegamos o ônibus coletivo por volta das 9h da manhã e o mesmo demorou cerca de uma hora para chegar, em uma viagem bem tranquila até desembarcarmos em frente ao Terminal Rodoviário de Punta.
A Rodoviária estava bem tranquila, pegamos nosso mapa e fomos procurar alguns hostels que já tínhamos listados. A cidade é pequena. Fácil de locomover-se e não tivemos problemas. A dúvida era passar ou não uma noite por lá. Mas a princípio, a ideia era essa e foi o que fizemos.  O hostel escolhido foi o El Viajero, bem tranquilo, com espírito e ambiente jovem. Fomos super bem recebidos e desta vez, optamos por um quarto coletivo. Após nos acomodarmos, partimos para procurar um lugar para almoçar.

Punta del Este é uma península turística bem conhecida e visitada. Mas, como lá muita coisa só abre em temporada, tudo estava bem vazio, mas descobrimos um restaurante muito gostoso, preço legal e perto da pousada. Alias, eu adoro descobrir e experimentar novos sabores, as comidas típicas dos lugares, novidades, então tanto no almoço quanto no jantar, optei por Parrilla Uruguaia, em um bom e agradável Restaurante próximo do Hostel.

Depois do fabuloso almoço, começamos nosso tour para conhecer os pontos turísticos e mais famosos. Estava bem frio no dia, então não deu pra entrar no mar, mas a praia é bem limpa e o ambiente bem tranquilo, com areia fina e clara, além de contar com calçadões e vias de pedestres para caminhar com segurança.
Andamos praticamente Punta del Este toda para conhecer os encantos da praia e suas paisagens maravilhosas, rodeadas por belas vistas, mesmo cheia de prédios e grandes e luxuosas casas. E alguns lugares que destaco são: as conservadas Las Ramblas (avenidas), o Porto (interessante ver as embarcações, os vários estilos ali presentes), Farol de Punta, que possui 44 metros de altura e foi construído em 1860, a Iglesia de la Candelária e Estação Meteorológica (ficam um do lado do outro, bem no centro e rodeado por belos casarões) e o cartão postal mais conhecido, o Monumento La Mano ou Los Dedos, na Playa Brava.

Dois lugares que não deu certo de irmos, mas acho que vale uma visita: a Ponte Montoya – Leonel Viera (curiosa por conta das três ondulações originais em sua construção) e a vista panorâmica e giratória no topo do Prédio Mirador La Vista (chegamos e já estava fechado).

Para comprar souvenirs (aceita reais) e/ou trocar dinheiro, vá à loja Canoa Quebrada (muito fácil de achar).
Adorei o atendimento e o local é lindo, todo enfeitado e cheio de placas para as melhores e mais animadas fotografias. 

Depois de andar muito, jantamos e bora dormir. E após uma boa noite de sono e um café maravilhoso cheio de opções no hostel, continuamos o tour, mas agora fora da península. Nos despedíamos de Punta e partimos para Punta Ballena, onde próximo a penhascos e rochas do mar está o famoso e inigualável Museu Casapueblo. Pedimos para o motorista nos deixar na entrada e caminhamos cerca de 2km até chegar o local.

Esta pitoresca casa é a antiga morada de veraneio (construída pelas suas próprias mãos) e atelier do artista plástico e arquiteto uruguaio, Carlos Páez Vilaró. No local, várias esculturas que podem ser adquiridas por aqueles que “($)apreciam($) arte” (brincadeira). Mas, realmente é tudo muito lindo, a arquitetura realmente impressiona e tem umas das mais belas vistas de paisagem de Punta del Este. Só é chato que pra conseguir algumas fotos bacanas, o lugar fica bem cheio e tem áreas demarcadas que atrapalham o fluxo.
Bom, já foram 5 dias no Uruguai. Agora partir para Montevidéu e seguir para Colônia del Sacramento, que estávamos  loucos para conhecer. Até o próximo post. Vamo ki Vamo! 😉
 PUNTA DEL ESTE:
Hospedagem em Hostel (Quarto
Coletivo com Café  – 1 Noite): $ 400 Pesos
Refeições: $ 200 Pesos (almoço) + $ 200 Pesos (Jantar)  
Regalos: $ 1000 Pesos
Ônibus Punta del Este x
Portozuello (Empresa COT): $ 65 Pesos
Entrada Casa Pueblo: $ 150 Pesos
Ônibus Portozuello x Montevideo (Empresa COPSA): $ 238 Pesos

 

GASTOS TOTAIS EM REAIS (+/-): R$ 300,00 Reais 
 

Deixe uma resposta