PARIS, FRANÇA: A Cidade Luz

Roteiro de 3 dias: Tudo o que você pode ver e curtir se você acordar cedo, dormir tarde e aproveitar cada segundo/detalhe.
 
A minha primeira viagem internacional morando em Dublin foi para a França, mas precisamente Paris. Como já falei muito sobre a Irlanda, vamos sair um pouco do país e depois voltamos, hehe.
Uma das coisas que mais sinto falta do período que fiquei fora é uma empresa aérea chamada Ryanair. Gente, nesta viagem eu paguei a bagatela de apenas $30 euros a passagem de ida e
volta, uma super promoção sem taxas, pois lá, no máximo você paga um adicional
dependendo do tipo de cartão que você usa.
Eu já estava trabalhando de babá havia uns 3/4 meses, tinha perdido o show do U2, do Pearl Jam e aí não resisti em poder sair do país. Fui no final de novembro de 2009. Peguei uma passagem com saída no primeiro voo de sábado de manhã e voltei na segunda a noite. Não sei falar porque eu comprei e decidir ir sozinha, mas depois conversando com outros brasileiros descobri que tinha umas colegas que iriam no mesmo voo e ficariam no mesmo hostel.
Como era minha “primeira viagem” queria algo especial, onde pudesse aproveitar tudo. Comecei a fazer uns contatos e consegui entradas free para o Museu do Louvre, Disney Paris e Torre Eiffel.
Fiquei no hostel St. Christophers Atendimento excelente, bom custo benefício, ótima localização e um grande diferencial: as camas tinham o seu “espaço próprio”: sua própria lâmpada, tomada, lock e cortininha. Achei isso o máximo e imaginei que os outros hostels ao redor do mundo também fosse assim,
mas na verdade, não é bem assim… de qualquer maneira, me divirti muito. As meninas que foram comigo tinham reservado um quarto só para elas e eu fiquei no coletivo. Falando um pouco mais do lugar, na área de recreação pude desenvolver o que tinha aprendido até ali com o inglês, fiquei apreensiva no começo, mas foi o máximo conversar com uns americanos e canadenses que jogavam basquete e estavam assistindo futebol americano.

Sobre os passeios, 3 dias são corridos para aproveitar Paris, mas dá pra conhecer tudo por cima. Cheguei logo cedo, fiz o check’in no hostel e já segui para os passeios. Primeiro foi a Torre
Eiffel. Como eu tinha conseguido a credencial fui pelo elevador privado e elas ficaram na fila e ai a gente já se dispersou… realmente a imagem no topo do torre é linda, mas falar a verdade, não é tudo isso não. Fiquei lá por volta de uma hora e depois desci. Fui dar uma voltinha pelos arredores: Basílica de Sacre Coeur, Catedral de Notre Dame, Arco de Triunfo, Champs-Elysées, Roda Gigante, Obelisco de Luxor.

No dia seguinte, eu segui para a Disney Paris que é um pouco distante do centro. Peguei o trem, cheguei lá, fui até a bilheteria, peguei meu ingresso/credencial e aproveitei  o dia todo no parque. Para ter sido perfeito só faltou companhia, mas me diverti pacas, sentindo-me uma bela criança grande. Quando voltei de lá, segui para a Rua do famoso Moulin Rouge. Lá perto mesmo comi um lanche onde o dono foi bem atencioso quando percebeu que eu era brasileira. Aqui um detalhe: estrangeiro tem cara e não adianta esconder. E lá mesmo um brasileiro veio conversar comigo, dizendo que iria embora no dia seguinte tal e conversa vai conversa vem ele seguiu comigo para dar uma volta por ali. Bom que ele tirou uma foto minha.

 

No terceiro dia, o mais corrido, foi dia de visitar o Museu do Louvre: passei quase amanhã toda e foi muito corrido. Se você gosta de artes, museus, acredito que para ver tudo por lá você usa pelo menos 2 dias. Depois segui para o Jardin du Luxembourg, o cemitério de gente famosa Père-Lachaise e segui para o hostel fazer check out, pegar as minhas coisas e partir para o aeroporto.
Também passei e tirei fotos de outros pontos turísticos: Palais Royal, Ponte Alexandre III, Palais Garnier – Opera National de Paris, Marais, Rio Seine. Fiz tudo isso em 3 dias, mas passei quase um dia todo na Disney, então com certeza dá para você aproveitar os outros pontos se não for viver um dia de criança!E esta foi mais aventura pela Europa. Corrida, talvez se eu tiver a chance não volte para lá, mas foi perfeito enquanto durou. 😀

2 thoughts on “PARIS, FRANÇA: A Cidade Luz

Deixe uma resposta