SUCRE (Bolívia): Mochilão 2014-Quarto Dia

Mais um dia onde percebo que fiz a melhor escolha com estes companheiros de viagem
Chegamos a Sucre bem cedo, eram por volta das 6 horas da manhã. Ai fomos logo ver a passagem para Potosi e conseguimos juntar já Potosi com Uyuni e negociando bastante conseguimos um bom desconto.

E como sabíamos que a cidade de Sucre era bem atrativa, pegamos a passagem para o dia seguinte para aproveitar um dia inteiro por ali. Então depois da Rodoviária seguimos à procura de um hostel.

A primeira grande dica nestas horas é procurar algo próxima da Plaza Central. Então pedimos isso para o taxista e acabou que ele nos recomendou o Hostel Amigo (Calle Colon, 125).

Negociando com o cara da recepção conseguimos tomar café naquele mesmo dia, afinal no dia seguinte sairíamos muito cedo (café com leite, pipoca, ovo, pão, geleia, manteiga e suco). O hostel é bem grande, cheio de quartos. Conseguimos um só para nós 6. A única coisa ruim é que vários banheiros estavam sem tranca e alguns com o ralo entupido. Mas deu pra tomar banho sossegado.
Vista do Bar, Mirador de Sucre.

Ainda pela manhã passeamos pelo centro: Plaza del Armas, Parque, Mercado e almoçamos no restaurante de um hotel, Gran Hotel, excelente comida e bem variado (sopa, prato principal, sobremesa e cerveja, claro). Mais pra tarde, subimos no Mirante (Mirador) e vimos um por do sol lindo, em um bar bem acolhedor.E, claro, bebemos mais cerveja. Até este momento, ainda estava sem mexer na internet. Meu celular tinha quebrado antes da viagem e fui aguentando até onde deu. Mas foi boa a experiência, rsrs.

Sempre que precisamos de ajuda as pessoas nos responderam e/ou chegaram até nós. Vimos que as pessoas aqui desta cidade são bem amáveis.
Nos ajudaram algumas vezes e, além disso, a cidade é bem limpa e nos sentimos acolhidos.

 

 

Xixi atrás da moita
E com uma boa impressão desta pequena, mas muito grande cidade, fomos embora logo pela manhã… tipo umas 5 horas, rsrs… os meninos conseguiram dois taxistas na rua e lá fomos nós a caminho de Potosi.
 
Em Potosi, só paramos na Rodoviária para fazer “transfer” para outro ônibus que nos levaria até Uyuni. Eu fiquei somente por lá cuidando das coisas e também porque estava muito frio. O pessoal deu uma voltinha de meia hora e voltou. Eu estava ansiosa demais para ir pro Deserto de Sal. E depois de duas horas, seguimos viagem com destino ao Salar de Uyuni. 😀
VALORES:
Ônibus Sucre até Potosi = Bs 50,00
Hostel com Café da Manhã: Bs 45,00
Taxi ida e volta = Bs 10,00
Taxa de uso do Terminal = Bs 2,50
Banheiro no Terminal = Bs 2,00
Almoço = Bs 34,00 (com cerveja)
Jantar = Bs 36,00 (com cerveja)
Lembranças = Bs 10,00

Bebidas no Bar = Bs 10,00

Fotos: Cris e toda Galera #6doBem!

Deixe uma resposta