Cotia/SP – Templo Budista Odsal Ling

A paz está do lado de nossa casa

Quando gostamos de viajar, passear, andar, não existe tempo ruim, não existe distância e, até mesmo a falta de dinheiro, pode ser superada com força de vontade. E, às vezes, temos o melhor lugar do lado de nossa casa e nem prestamos atenção, ou seja, tudo fica mais fácil ainda.

Você já parou para pensar o que o seu bairro, sua cidade te oferece? Tudo bem que muitas prefeituras, muitos governantes não estão nem aí para o turismo e conservação de patrimônios, mas algumas cidades possuem um acervo histórico magnífico, arquiteturas centenárias, igrejas belíssimas (como é o caso de Santana de Parnaíba, por exemplo, as cidades em Minas Gerais) e por aí vai.

Eu moro na cidade de Cotia. E, por aqui temos algumas atrações a serem visitadas, como as mini fazendas: Pet Zoo, Bichomania, Fazendo Nose, Casa das Abelhas e Cia dos Bichos, patrimônios históricos mas sem divulgação: Sítio do Mandu e Casa do Padre Inácio; na parte ecológica a Reserva Florestal do Morro Grande com a Barragem e a Cachoeira da Graça (sem nenhum incentivo turístico) e os pontos religiosos: Igreja da Matriz – Paróquia Nossa Senhora do Monte Serrate, Convento Carmelo do Imaculado Coração de Maria, Arautos do Evangelho, Templo Zulai (clique aqui para ler mais informações) e o Templo Odal Ling.

 

Agora, detalharei a minha visita ao Chagdud Gonpa Brasil Odsal Ling.
Em funcionamento em Cotia desde 1993, este Templo foi fundado pelo mestre de meditação S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche (1930-2002) e tem como residente a Lama Tsering Everest coordenando ensinamentos, retiros e cerimônias, com a intenção de criar as condições propícias à prática autêntica do Vajraiana, que integram a linhagem Nyingma do Budismo Tibetano.

O Chagdud Gonpa Brasil faz parte de uma rede internacional de centros cuja origem ocorreu no Tibete, monastério fundado no século XV e no espaço de Cotia você realmente fica encantando com a cultura e a paz que o local transmite, além da sinergia entre as cores que passa uma sensação forte e de imersão.

Mesmo não sendo praticante desta filosofia, você pode conhecer este Templo Budista Tibetano, pois ele é aberto a visitação pública. Eu fui em um domingo de manhã chuvoso, mas nada que tirasse a empolgação da guia que nos recebeu com um sorriso largo no rosto. Ela, estudante e voluntária no local, primeiramente fez um resumo sobre o budismo tibetano, falou sobre Rinpoche, os Lamas, os mandamentos da prática e depois foi apontando cada construção que se encontra no local e nos dando seus históricos.

O tour no Odsal Ling durou menos de uma hora, mas foi ótimo período para adquirir muito conhecimento e contemplar belíssimas construções. Vale muito a visita e dedicar este tempo a meditação. Por lá, o que não faltam são os mantras para acalmar e trazer boas energias a nossa alma.

 

 São duas rodas: o bem e o mal, para alertar-nos que existem forças maiores e que precisamos de sabedoria para lidar com cada situação. A roda do sino bate conforme você gira junto com ela.

Riqueza nas cores
e nos detalhes

 São vários os eventos que
o templo oferece: palestras,
práticas de meditação,
retiros e ciclos
de ensinamentos.

Saiba Maishttp://www.odsalling.org/
Rua dos Agrimensores, 1461 – Cotia/SP/Brasil
Telefones: +55 (11) 4703-4099 e (11) 3885-3945
(Acesso pelos retornos no km 26 ou km 30 da Rodovia Raposo Tavares) 

Visitação gratuita e guiada: sábados, domingos e feriados das 10h às 16h (ligue antes para confirmar). 

Área para prática
de atividades
Restaurante no Local
(somente com reserva)
Lojinha das Lembrancinhas

 

E, VamoKiVamo! @MochilandoNasViagens

.

Legal? Acompanhe nas redes e ajude a compartilhar:
20

Deixe uma resposta